Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

oitentaeoitosim

19
Ago11

No país do meu vizinho 2

Jorge

1 - Há muito bom apresentador da têvê com problemas de circulação sanguínea. Não é que lhes deu para apresentar as notícias de pé?! Ou a crise já chegou ao ponto de cortar na aquisição de mobiliário de estúdio?

2 - Em tempo de crise, o pessoal quer é diversão. Nunca foi visto tanto outdoor a anunciar tanta festança. Confirma-se:  tristezas não pagam dívidas.

3 - Uma repórter cobria um protesto:

     Repórter  -  Vai aderir ao protesto?

     Mirone  – Não!  Estou de férias…

4 – Por que razão no mês de Agosto se tomam as piores medidas para a sociedade civil? É como diz o outro: Na guerra, o inimigo ataca em duas ocasiões, quando ele está preparado e quando você não está.

5 – O ministro e os sindicatos da educação desdita andam às voltas com a avaliação dos docentes do ensino básico e secundário. Por via disto, em anos anteriores as escolas tinham-se convertido em autênticas feiras das vaidades.

6  - Toda a minha gente opina sobre a avaliação dos docentes do ensino básico e secundário.  A isenção dos professores com maior número de anos de serviço causa engulhos do tamanho de pedregulhos. No fundo, no fundo de professor e de louco todos temos um pouco.

7 – Tem sido muito criticada a possível isenção avaliativa de docentes do ensino básico e secundário mais calejados. «Está mal!» -  diz-se a torto e a direito. Os polícias, os médicos e a maioria dos funcionários públicos mais velhinhos não são tratados com tanta generosidade. Quem assim fala grosso, fá-lo também com conhecimento de causa?  

8 – Andam os campos cheios da aerogeradores. Fosse D. Quixote um personagem real e realista e andaria encantado.

9 – A questão dos feriados não recua nem avança, ainda está no reino das cogitações, ou será aquilatada nas calendas gregas. Descansar pela fé é ainda uma das poucas manifestações de religiosidade da sociedade civil.

10 – Vai por esse mundo de Cristo uma chinfrineira que se estão perdendo direitos adquiridos e que vem aí um pacto social mais liberal. Que se passa, por acaso luculos e casacudos foram alijados das suas 7 quintas?

11 – A questão da contenção de despesas do Estado não ata nem desata. A solução deverá passar pela privatização.

12 – “Vivemos no país que está em 6º lugar na classificação dos países de maiores desníveis de rendimentos” – disse agastado o Agostinho que se acomodou uma vida toda à estagnação da base da pirâmide social. “Mas, acho que tudo tem sido tentado para a classificação melhore” – retruca o Tolentino que conhecia de ginjeira os esforçados militantes da causa.

13 – Nos desacatos britânicos, a comunidade mais atingida foi a que melhor se estava a safar nos negócios. Por essas e por outras é que os tumultos andam arredios de paragens  mais meridionais.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub