Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

oitentaeoitosim

01
Jul12

Manife

Jorge

Eu ontem fui para a rua protestar, mas ninguém me ligou nenhuma, nem sequer o ministro das prisões que se passeava com um sorriso pepsodente que ninguém entende. O homem sofre mesmo de uma insuficiência nos maxilares. Se o riso genuíno demora mais que 3 segundos, os músculos da cara prendem os maxilares e o homem fica para ali com aquele ricto larval e alvar estampado nas maçãs do rosto, como se o siso o tivesse abandonado, mas não é assim. Nem ele, nem a malta que o rodeava, só seguranças eram para cima de 50, passou cartão aos meus cartazes. A cadeia é nossa, Quem a fechar mete o pé na poça, Os nossos presos ficam ao pé da gente, andar 10 km para os ver deixa a gente doente, Querem o bairro encerrado, Já voltámos ao passado.Tinha estado a tarde anterior a puxar pelo bestunto e saíram-me aquelas rimas, só que me esqueci de mandar sms e botar recado na net que eu ia organizar aquela manife, por isso só um meu meio-irmão e uma prima afastada me acompanharam na faina, mas sem compromisso. Nisto, vem uma representante da autoridade a saber dos papéis. Mas quais papéis, senhora guarda, eu sou móvel, mas não automóvel. Não sabe que tem de ter licença? De quê, de caça, pesca desportiva, pesca em Cacilhas? A agente até era uma carinha laroca, mas não achou piada nenhuma, sobretudo a referência à terra dela. Levou-me para a esquadra, onde me deram de comer camarão à guilho, regado com um reserva verde de alto lá com o charuto e , a finalizar, claro um charuto. Pediram-me desculpa pelo chilindró não dispor de televisor 3D. Homessa, vê-se bem nesta chata de grande ecrã. De resto era tudo do bom e do melhor, mármores de Carrara, ar condicionado portátil, colchão de água, tapetes de Arraiolos, que sei lá eu. Conversaram comigo uns 4 agentes, ao ritmo de pancadinhas nas costas e da música dos pauliteiros de Miranda. Confesse-lhes que tinha participado nas manifes, aquando do encerramento das 3 escolas primárias do bairro, da estação de medição da qualidade do ar, da esquadra da GNR, dos CTT e das sentinas público privadas, sem que tenha sido preso. Não reagiram, quando 5 filiais dos bancos fecharam portas, porquê. Não, na vida dos privados a gente não se mete. Forcei mais a minha sorte, quando lhes disse que havia de caprichar nos protestos contra o encerramento da sede da junta de freguesia, marcado para breve. Ia ser tudo do bom e do bonito, à maneira, com avisos na net, nos placards publicitários eletrónicos e fixos, nos telemóveis, grafitis e com autorizações e taxas respetivas em ordem. Não me deram ouvidos e puseram-me no olho da rua, pela alvorada do dia seguinte, sem ter visto o Sol aos quadradinhos. Depois de um pequeno-almoço opíparo, saí, sem cartazes, mas sob protesto.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub