Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

oitentaeoitosim

29
Dez12

O que é que o homem disse?

Jorge

- Sr. presidente, então o presidente do clube da casa sempre lhe propôs, por telefone, o adiantamento da refrega para as calendas gregas?

- Olhe, sabe que mais, o meu clube teve lá um caçarreta a mandar, durante largos anos (mas foi despachado, a despeito de ter contratado pela primeira vez o maior treinador de todos os tempos, sem saber ler nem escrever)

- Sr. presidente gostou do resultado do prélio?

- Sim, fomos superiores em tudo e mostrámos como jogar contra um adversário que se reputa de invencível em casa. Vibrei no balneário donde se tem uma excelente perspetiva sobre o relvado e onde certas pessoas só lá descem ao intervalo. E vou dizer-lhe mais, se jogássemos com 2 guarda-metas, como o faz uma sociedade recreativa que eu cá sei, já estávamos a liderar por larga margem (esses gajos contam com outros reforços dentro de campo, sim, não parecendo que o são, são aquilo que parecem, mas cala-te, boca….)

- Sr. presidente, quer comentar os sueltos do outro presidente?

- Olhe, eu não replico, que eu vim para esta indústria, com o firme propósito de combater o sistema e elevar o tom das conversas e do jogo jogado (fala cabisbaixo, de olhos fixos na ponta dos sapatos; enquanto desce o elevador, diz que não se demite, morra quem se arrenega!).

- Sr. presidente, com que então o seu clube joga com 2 guarda-redes!...

- Olhe, a ser assim, tínhamos que alterar os regulamentos e eu não estou para aí voltado. Sabe que mais, com 2 guardiões levávamos zero golos, só um morcão de um idiota não entende tal (estou-me a borrifar para regulamentos, eu faço os regulamentos, leal guarda Abel…)

- Sr. treinador (às voltas com um par de bolinhas amestradas), comente lá aquela boutade do presidente inimigo que falou em 2 keepers…

- Olhe, ter sorte dá muito trabalho de sapa, de campo, lá dentro, cá fora. Mais, lembro-me de um jogo em que a bola batia nas costas e era penalidade, batia no sítio onde as costas mudam de nome e era castigo máximo, batia no baixo-ventre e era castigo de 7 metros a favorecer a equipa desse senhor (já não se recorda do resultado final, mas houve cabazada das antigas, amém).

- Sr. Reis, que acha dos comentários do comissário do seu clube?

- Deus lhe dê muitos anos de vida (e um tachinho para mim vinha a calhar…), como ele só deus pai, não há pai para ele… Só quero viver mais uns aninhos, para o ver santo de altar (já faltou menos, agora com esta crise, ganhar à bola, levanta o moral…)

- Sr. Reis, que acha dos comentários do mister do seu clube?

- Perfeitamente ajustados! Sabe, o grande dérbi está aí à porta e quem tem cu, tem miúfa (eu nunca tive medo, calha bem!)

- Sr. Pantera, na sua condição de ex-grande vedeta, como lê o resultado? Foi justo?

- Foi. Tá na cara que o adversário só ganhava, se jogássemos com os juniores (os benjamins à volta da fogueira compõem arrufos e sinais de mau estar).

- Sr. Pigarro, na sua condição de ex-árbitro, assevere lá, houve mesmo 2 penáltis provocados pelo mesmo jogador, em 2 jogos consecutivos?

- Um só, o primeiro não foi, o 2º não vi. Para evitar futuros desmandos, só assim: será penálti, sempre que seja manifesto, por atos, palavras, pensamentos e omissões, que um jogador afasta o coiro com uma parte de um dos membros superiores, nos riscos da área grande, ou para dentro deles. Mão na bola ou bola na mão, vai tudo a dar à mesma laracha: a bola desvia-se da trajetória adivinhada por quem quer fazer golo, tá a ver?! Em caso de dúvida, o árbitro poderá recorrer ao mentalista mais à mão. (um penalti, à vossa saúde!).

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2010
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2009
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub