Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

oitentaeoitosim

27
Jun13

Achata o beque!

Jorge

1 - O xarife botou palavrada discordando da greve (ou qualquer dia fecha o país) neste caso está contra a dos professores mas a bem da verdade ele deveria ter falado na paralisação de educadores de infância e setores do ensino básico e secundário oficial sobretudo efetivos que andam por aí cheios de miúfa não vá o chão tragá-los e faltar o dinheirinho que precisam para fazer face à vida e mercar alcagoitas o que lhes vale é que muitos deles estão casados ou outro galo cantaria eles também não querem dar mais horas de mão beijada e não querem ser mais sacaneados corneados vilipendiados vão chatear o Camões se querem arrasar a classe média procurem vítimas nas profissões liberais que só se sabem coçar para dentro mas deus não dorme e costuma fazer justiça sem pau e sem pedra.

(ai, setor, setor, com quantas varas se entretece uma profissão de risco)

2 - O xarife parece não saber o que é preciso para a estudantada ficar preparada para a vida se basta o bê-á-bá e o 2+2=4  se assim fosse as matérias a encornar ficavam reduzidas à expressão mais simples saía muita palha dos programas dos currículos das aulas e sobravam horários a dar com um pau e assim os alunos já tinham tempo para ser avaliados no exame que a vida é um avaliação contínua dos cotas dos colegas das chavalas dos chefes dos  bancos dos seguros  se vamos pelos caminhos da escola criativa libertadora tecnicista ativa inclusiva o diabo a 4 nunca mais o pai morre nem a gente bruncha  cortem nas matérias atrevam-se.  

(a malta a reinar amanda bocas tipo «a escola é uma seca» mas se houvesse cortes na matéria era baril mas ninguém fala disso)

3 - O xarife sabe que hoje-por-hoje ter estudos já não garante um posto de trabalho aos aulistas na bela arte de bombicar o que está a dar é sobreviver à custa dos cotas emigrar flanar e montar esquemas de sobrevivência depois curtir para que foi mesmo preciso alargar a escolaridade obrigatória só se foi para dar tacho a amigos ou aos filhos e netos desses inteligentes das touradas a verdade é que a malta anda toda partida por que bulas precisa uma criatura de Cristo estudar o meio área projeto educação cívica (educação moral e religiosa, vá-que-não-vá que é só uma hora e faz bem ao corpo e à alma) durante horas esquecidas depois ainda ter de gramar a pastilha de atividades de enriquecimento mais explicações ora a verdade é só uma não sabes dar ao dedo no computador e no telemóvel tás feito.

(alguém que se atreva a voltar com a palavra atrás façam outra lei a pôr o 9º ano como limite da escolaridade obrigatório poupava-se mais bagalhoça que nas PPP que não há nada a poupar nos SWAP)

4 - Pelo que encher chouriços é que está certo põem o professorado a debitar fórmulas e larachas e o alunado a debicar algumas querem fazer de nós uns ases da cuca perdida uns intelectuais mas vai-se a ver muitos alunos curtem as músicas do Bieber da terra do bacalhau do puto Saúl do bacalhau quer alho do Toni das Franças e Araganças das boys e girls bands da bola e das morangas selvagens isto não mata mas mói é tempo da Escola dar primazia ao empreendedorismo não ao empregadismo isto é miopia e o resto é batatas depois para se verem livres abandonam-nos à frente de um ecrã para fortuna dos oftalmologistas o bom é só para as elites?

(muitos setores são caixas-de-óculos com lunetas de cú de garrafa desconfio que por causa de andarem a meter o nariz nos alfarrábios são mesmo fatelas a bisbilhotar em livros ao menos a gente precisa de cangalhas é por conta dos écrans o que é glorioso e mais limpo)

5 - E de quem é a culpa que as coisas estejam mal na Escola não me dirão em primeiro lugar dos professores que alombam com tudo o que lhes impingem os tipos das capelinhas  do MEC onde pululam os mangas-de-alpacas  sem formação inicial ou terminal específica que porfiam em dar o compasso e depois há os lentes que subiram a vida a pulso a partir da tábua rasa que teimam em atirar bitaites palpites e postas de pescada sobre o ensino/aprendizagem como lhe chamam assim a Educação continua a navegar num mar de fantasias e meias-tintas e a Escola não passa de uma chafarica ou os setores armam um chinfrim do caraças e põem tudo em questão e pratos limpos e se viram para a instrução sem avaliações fantasistas deixem de copiar os gajos do governo que andam todos os dias às aranhas ao-tio-ao-tio como o taful de olhos papudos da meteorologia eh eh de borrada em borrada assim não vamos a lado nenhum muito menos saímos da cepa muito torta para uma menos torta se os setores desbroncassem com essa gente talvez não tivessem necessidade de fazer greves.

(um dia hei de perceber por que razão nunca houve no ministério da ensinança um setor eles é que percebem do ofício não é)

6 - Depois a tutela emprega copista às dúzias que usam macacões de imitação estilosos contrafazem os estilistas das artes de aprendizado lá de fora seja da Patagónia ou da Terra do Labrador tanto faz acrescentam uns pós de perlimpimpim tomem lá reforma e vão-se curar e a tutela desmerece dos setores quando põe a hipótese de os enviar para a qualificação (vão estudar mais, talvez) os do quadro que dos contratados não se fala hão de ir outra vez montes para o olho da rua os setores não contam os alunos não contam (quem lhes dera que nascessem menos gastavam menos) não é só os velhos que não contam as pessoas não contam já não falta muito para voltarem os reitores a cultura do salamaleque do espinhaço caído das verdades lídimas.

(dão-se alvíssaras a quem tenha tido sempre os mesmos professores desde o 7º ao 12º ano)

7 - Os setores passaram-se só pode para fazerem greve anunciada de vésperas já estão cansados como os alunos que estudam de véspera como o peru se calhar querem ser solidários com os discentes de todo o mundo não me admirava porque quem faz greve canta essa treta do internacionalismo amor com amor se paga custa a crer mas isto é como o mito do gato com rabo de fora os setores ainda não se renderam fogem de exames como o dianho da cruz (a tremedeira evita que num exame todos os candidatos atuem ao seu nível dizem) argumentam que os resultados de exames não são a medida justa para a qualidade do trabalho produzido ao longo do ano por isso a avaliação contínua é que é e patati-patatá lérias isto como a democracia alguém já descobriu uma estrutura melhor?

(qual a lógica pedagógica que fixou em 30% a quota dos exames na nota final numa disciplina não podia ser 29,5% terá sido a mesma que alijou para fora da média a educação física no secundário)

8 - O xarife também acha que os mestres-escola deveriam fazer greve a 27 juntamente com os outros funcionários públicos lá por terem um estatuto de carreira isso não impede que terçam armas lado-a-lado cambada de pedantes (era bem feito que perdessem esse estatuto) parece que assim os descontos eram mais fáceis de lançar só pode ser por isso porque ninguém admite que ele se arme ao pingarelho feito amigo lapuz de grevistas que os grotas que o trazem ao colo e continuam a pedir batatinhas só para eles não lhe vão achar muita piada seria preferível que ele sugerisse aos setores bons, assim-assim e rascas uma caçada aos gambuzinos nesse dia dava mais acinte ao seu enfado e birras possivelmente com maiores proveitos.

(raios parta estes governantes querem lá saber se a educação funciona bem enquanto houver cortes não há mais nada para fazer ponto final parágrafo travessão)

9 - Segundo fontes bem informadas e formadas a maioria silenciosa acha que o xarife deveria encostar o professorado à parede se por acaso elas não pertencerem à Parque Escolar (ou ainda paga renda) sem panos quentes só frios ou fazem greve nas férias ou rua brincar com o futuro dos petizes andam a ler muitas estórias de terrorismo que deve falar grosso aos setores mimalhos (devolviam-lhes as ponteiradas de antanho) só porque meia dúzia deles pode ir malhar com os ossos à motricidade espacial aqui d’el rei que se encomendem a S. Francisco de la Salle mais sugere que deixe o pó assentar e pela calada das férias (eles vão de férias mesmo) desfeche as medidas que compensem as concessões flácidas destes dias era trigo limpo farinha amparo sempre quero ver a cara deles que o senhor tem de ser forte com os fracos que se dizem fortes abaixo os fora-da-lei amém.

(afinal quem tem na mão a faca e o queijo quem é?)

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub