Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

oitentaeoitosim

23
Jan14

Cortações (II)

Jorge

 

O senhor Cortes

- Está ali um senhor a dizer que lhe vão aplicar 4 cortes.

- Tenha respeito, meu caro senhor, isto é uma casa séria, não estamos num cabeleireiro, numa modista, num bloco operatório, ou num banco, por mais respeito que nos possam merecer os cortadores. A seriedade é uma coisa séria!

- Quem sou eu para pôr em cheque as suas palavras, agora lembrei-me, é disso que aquele senhor se queixa, de 4 cortes no cheque que ele costuma receber todos os meses.

- Disparate, foram dadas ordens aos bancos, no sentido de evitarem, na medida da sua vontade, transações de cheques com cortes, como ainda há 4 anos ficou decidido na federação. Está enganado mais uma vez, meu caro senhor!

- Vejo que não me expliquei bem, aquele senhor ali continua a afirmar alto e em bom som que a quantia que lhe costuma ser abonada levou 4 cortes, só neste ano...

- A ver se nos entendemos: a quantia subtraída a esse senhor será igual à de tantos outros que recebem igual quantia ou por aí… Não foram precisas 4 operações de subtração, uma bastou. Aliás é este o nosso programa de governo e seremos inflexíveis. Aproveito a oportunidade para revelar que contratámos o Eduardo-Mãos-de-Tesoura, não vá o diabo tecê-las e termos de cortar nas fronteiras soberanas e por aí fora, não temos tido mãos a medir.

- Não acha cortes a mais?

- Nem por isso, posso revelar que estava prometido um quinto corte que virá mais tarde, mas virá, nós não brincamos em serviço.

- Cortam tanto e sempre nos mesmos por ser mais fácil?

- Agora estamos a cortar nestes e merecem-no, quem não arrisca não petisca. Lá para as calendas gregas, contamos sacar aos nossos enteados, amigos e familiares e camaradas de partido, por esta ordem. Como perceberá isto envolve muita emotividade, como tenho lágrima fácil, fiquemos por aqui que já estou a ficar com pele-de-galinha.

- Cortam para dar garantias que o estado social sobreviverá aos senhores?

- Bem disso não tenho bem a certeza, estamos a sanear, como é boa prática política deste país. Sabe, o estado tem bons fundos e maus fundilhos. Estes estão muito gastos, pelo que a sustentabilidade do próprio estado está em questão. Com a ajuda dos nossos santos protetores queremos preservar o nosso estado. Não há bons fundilhos sem cortes.

- De acordo, mas onde nos leva esta praxis de sangrias?

- Ainda bem que fala de sangrias, sabe que passaram a ser marca de região demarcada? Só no Mediterrânio, a partir de agora se produz a autêntica. Fazer e beber sangria é garantir postos de trabalho e a boa vidinha a muitos dos nossos compatriotas. Como vê, a história nos julgará, somos patriotas e deixamos obra feita.

- Não receiam o julgamento dos vossos patrícios, tão pouco o da História, portanto?

- Quanto a isso, um dia destes talvez recuperemos a Inquisição, os 3 éfes, a MP, a Legião, etc…

(Que linda falua que lá vem, lá vem!…)

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub