Sábado, 09 de Julho de 2016

Zingarelho

   O sítio que promovia o Freedom 251 que é um telelé de 3 euros foi para o galheiro devido sobretudo à procura externa o que me deixou muito pesaroso pois já tinha fisgada a ideia de me fazer ao bife com um deles ou mais eu sei que não se trata de um fórmula 1 um topo de gama ou qualquer coisa no género mas além de dispor de especificações interessantes - sistema operativo Android 5.1 Lollipop um monitor de 4 polegadas um processador quad-core 1,3 GHz, 8GB de armazenamento uma câmara de 3,2 megapixel e um ano de garantia – mas dava-me um jeitão porque uso e abuso de um telelé do tempo da pedra lascada a precisar de reforma.

    Acontece que o supracitado aparelhómetro é produzido na Índia um país estranho para a maioria do pessoal do Ocidente mas eu sei e muita gente de cá sabe que de lá chegam muitos produtos que são vendidos em todo os locais de troca deste mundo porque o dito Ocidente armado em fino deixou de manter um certo tipo de fábricas sobretudo as que emporcalham o ambiente segundo esse mesmo esse Ocidente que desistiu igualmente das atividades económicas que engendram maquias rascas atualmente dão mais maçarocas os armamentos as TIC mas sobretudo as Bolsas os bancos e os paraísos fiscais que não causam engulhos ao ambiente.

     Talvez não seja despiciendo lembrar que muitas e boas cabecinhas povoam a Índia e estão sempre prontas a inventar uma tal atitude pode render muito guito a quem se apoderar das patentes e muito à massa humana de proletas e menores provenientes sobretudo das castas do rés-do-chão social que se estafam de lua a lua e não raras vezes a troco de curto soldo porque naquela lasca de Oriente o custo de vida é baixo portanto o pago não precisa de ser elevado se exige elevado é a lógica do status quo e contra isso batatas ou semilhas.

      Acho curioso que se anda a promover um novíssimo indicador económico que é o número ou a % de milionários em cada país ao que parece quanto mais milionários um país cria maior o seu desenvolvimento por este prisma parece-me que a Índia por exemplo ainda precisa de gerar mais milionários se quer atingir os seus objetivos de figurar na hierarquia dos países detentores com mais pilim em caixa e uma possível solução passaria por proibir a saída de empresários de sucesso coisa impensável de todo uma coisa é proibir os pés-rapados é fácil e barato mas proibir os cachaçudos é tempo perdido!

       Voltando à vaca fria - salvo seja! – fiquei verdadeiramente surpreso com a avalanche de habitantes do Ocidente que se habilitaram à compra de um ou mais telelés Freedom 251 então pensei eu com os meus botões então a caranguejola vale pelo menos o dinheiro empatado de certeza que não é pelos lindos olhos dos inventores ou pela quantidade de fundos metidos ao barulho pelo governo indiano se há tanta malta que come e bebe do fino a habilitar-se à aquisição da engenhoca é porque vale a pena ou então dá sorte ou querem fazer espionagem industrial se não fosse coisa valiosa a esta hora alguém já estaria a conclamar os donos deste mundo para que fossem aplicadas reformas económicas sanções boicotes ou medidas de austeridade à Índia.

        Por mais de uma vez me pus a matutar se não seria viável juntar o útil ao agradável pergunto-me muitas vezes se não seria possível reunir num mesmo espaço os preços de consumo baixinhos como na Índia e os rendimentos altos do Ocidente era bom não era? e logo fui alertado para as especificidades dos mercados  que os mercados têm as suas idiossincrasias que não podem ser adulteradas sob o risco de desrespeito dos valores fulcrais da civilização foi isso mesmo que não digeriram as diferentes escolas ligadas ao igualitarismo social elas nunca entenderam que a justiça social e a paz social se promovem na diferença seja ela étnica financeira psicológica cultural isto funciona assim como os climas da Terra há climas frios outros quentes outros temperados são todos diferentes mas interagem numa boa porventura alguém já se terá lembrado em alterar os climas?...

         Portanto readmito que o Freedom 251 me daria um jeitão porque fica em conta e no entretanto fiquei a saber que o dito telelé volta ao mercado global no mesmo sítio da Net ou noutro qualquer e aí conto tentar a minha sorte a ver se consigo uma boa safra vou mais longe vou tentar a compra de x exemplares assim poderia revendê-los a conhecidos e a amigos com lucros naturalmente é nos tempos maus como o presente que se conhecem os amigos se assim não me safar sou bem capaz de demandar a Índia na tentativa de deitar a mão a uma patente baratucha que me ajude a fazer carreira de empresário de sucesso no Ocidente já me vejo cheio de papel e com vontade de fazer um papelão como diz o outro às vezes custa mais começar a dormir do que sonhar...

rico e pobre.jpeg

 

 

 



publicado por Jorge às 09:43
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Julho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22

24
25
26
27
29
30

31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO