Sábado, 10 de Outubro de 2015

   O nosso primeiro tem ganho umas peladas na mona jovem e distinta a pontos de ver-se a careca em expansão por debaixo dos regressivos apêndices capilares consta que uma ou outra pelada se deve a números incómodos que têm visto a luz do dia há 2-3 semanas vi-lhe jeitos de se passar dos carretos por causa de estatísticas mas rapidamente retomou com decoro a postura de menino de coro que lhe fica a matar assim não espanta a caça mas a sério as peladas do nosso primeiro já parecem a dívida pública da santa terrinha estão numa de progressão aflitiva os mercados até têm sido simpáticos foram executadas manobras para pôr os juros mais baixos o que deixa impante o nosso primeiro anda contentinho da silva é ouvi-lo repetir até à exaustão que a santa terrinha está melhor desde que tomou conta do leme e até agora não tem faltado pão azeitonas e sardinhas sobre a mesa e contra isso batatas.

   O nosso primeiro disse na casa comum que graças às reformas encantatórias de sua lavra e da sua equipa nasceram na santa terrinha quase duas centenas de milhares de postos de trabalho nos últimos tempos e que a taxa de desemprego baixou a olhos vistos e já se situa num patamar inferior ao do início do mandato ininterrupto dele uma façanha digna de todos os encómios no estilo da grande proeza que se avizinha que será a de conseguir transformar a economia da santa terrinha numa das economias mais competitivas do orbe terráqueo em tempos outro salvador fez melhor como andar sobre a água sem truques converter a água em vinho fino mas o nosso primeiro já dá uns toques gago não é ele ou teria já arranjado solução para esse caso.

   Logo o líder da viradeira na casa comum que nunca será careca afirma com todos os dentes da boca e virado a todos os rumos da bússola que nos últimos quatro anos já foram cano abaixo quase quatro centenas de milhares de postos de trabalho graças às tramoias do nosso primeiro portanto basta fazer as contas todavia essa perdas serão reparadas quando os da sua cor se sentarem no poleiro mais a atual taxa de desemprego só diminuiu graças aos truques do ministro da lambreta do nosso primeiro que põe desempregados a frequentar uns cursos pagos pela fazenda pública e assim os retira da lista dos sem trabalho mais ainda muitos conterrâneos cavaram daqui-para-fora muitos outros já nem passam cartão às cartas chegadas do centro do emprego por isso as estatísticas estão maradas marteladas será bom não confundir a nuvem com Juno não nos enfiem o barrete nem os dedos pelos olhos dentro toda a gente vê que a vida está pelos olhos da cara e há muita gente a passar as passas do Algarve sem que se veja um mínimo de piedade por parte dos mandantes.

   Aí o maioral põe-se a fazer fosquinhas e afiança que o parlapié do líder da viradeira não passa de areia atirada aos olhos ele tem a consciência que deu o seu melhor o pessoal não anda de tanga no dia-a-dia só nas proximidades da praia que os códigos de boa conduta atual permitem ele sabe que a santa terrinha vai dar a volta por cima porque as exportações dispararam o investimento aumentou o crescimento também ora bolas não diga que não reconhece a capacidade da minha equipa de ajudar a dar a volta ao texto felizmente ainda bem que o povo é sereno ele compreende muito bem o seu papel e não se deixa alarmar qualquer pessoa de bom senso acha justo que quem mais arrisca mais petisca quem mais investe mais atenções merece por exemplo eu e a minha equipa merecíamos algum reconhecimento não acha? enchemos os cofres da fazenda nacional e nem uma palavra de reconhecimento e incentivo claro que daqui por meses estarão vazios porque os governantes anteriores da mesma laia do senhor se meteram em aventuras cujas faturas estamos a pagar e também é verdade que dinheiro parado é dinheiro perdido sabe como sou não ando nestas vidas para receber pancadinhas nas costas mas somos humanos e precisamos de miminhos para continuar a fazer o bem e não olhar a quem.

   Aí o líder da viradeira atira-se ao ar e entre altos brados dos solícitos acompanhantes assevera que o nosso primeiro e seus ministrantes com ou sem pasta com ou sem visibilidade pública tudo têm feito para preservar as benesses agregadas às elites de maior folguedo social e que souberam sempre canalizar para elas vantagens comparativas (que viva a oclocracia!) ou seja é mais do mesmo quem mais tem mais quer e mais lhe é dado quando se deveria dar um pedacinho mais a quem já só tem uma nica das atenções e das benesses sociais mas não os senhores transformaram os remediados e pobres em indigentes ou entregaram-nos nos braços da caridadezinha tudo isto foi feito com requintes de malvadez mais ainda impuseram cortes e depois cinicamente vieram a terreiro afirmar sem vergonha na cara que a maioria aceitou de bom grado de cara alegre fazer sacrifícios quando se sabe que o senhor mente com quantos dentes tem na boca só para ser agradável aos chefões da união aos banqueiros e aos donos da globalização que são almas gémeas de vocês.

   Não caiu bem aquilo ao nosso primeiro a réplica do chefe do reviralho quase ia aos arames quase deita chispas pelos olhos esteve vai-não-vai para partir para cima dele e esteve a segundos de chegar a vias de facto e fosse-o-que-deus-quisesse mas conteve-se a tempo ficou lívido branco como a cal mas limitou-se a acusar o adversário de demagogia populismo que ele é uma maria-da-fonte de trazer por casa bem despejou o saco e que ficasse a saber que queria a todos os desempregados aos emigrantes aos falidos e aos caídos como se fossem seus filhos mas que a timocracia tinha de continuar como se diz dos espetáculos que têm de ir em frente custe o que custar aconteça o que acontecer e no fim deu-se conta que tinha os olhos marejados de lágrimas até porque lhe tinham caídos 2 cabelos um em cada olho provenientes do alto da cabeça cabelos esses que já se sabe não são à prova de frio ou do sol.

   Aquela cena deu em direto em todas os média e foi mais fulminante que um direto aos queixos todos os comentadores sobretudo os que votavam no nosso primeiro foram unânimes em reconhecer que as próximas eleições eram favas contadas estavam no papo os números podem expressar meias-verdades ou mentirinhas piedosas agora nada nem ninguém consegue destronar uma comoção em direto mesmo que travestida de riso.

   PS – Este texto já estava «em obras», antes das eleições de 4-10-2015

marriage-relationships-king-queen-royal-fought-fig

(Quase não dá para acreditar que, para viver com ela, andei 3 anos à guerra com o pai!)

 



publicado por Jorge às 12:17
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Outubro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
16
17

18
19
20
22
24

25
26
27
28
29
30
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO