Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

oitentaeoitosim

06
Jan17

Em Batatívia 24

Jorge

Um ministraço da santa terrinha foi a um banquete da confraria e logo se põe a distribuir palmadinhas nas costas a colegas de ofício quando chega a vez do ministrante da concertação social dá-lhe os parabéns por ter conseguido um acordo e peras ora a concertação social que é assim a modos dum conclave corporativista no qual é negociada a regulamentação das condições do trabalho com especial pendor para a fixação dum ordenado mínimo que cada vez se revela como salário máximo aliás às negociações são sobretudo dirimida por sindicatos e grémios que se travam de fortes razões com a moderação preciosa dum membro da governação da santa terrinha o qual não raras vezes fica com a fama de puxar a brasa à sardinha dos amos que segundo rezam os compêndios precisam de multiplicar a bagalhoça até atingirem o ponto da generosidade extasiante que os leve a dar um tostãozinho ao S. António a ver se este opera o milagre do crescimento económico sonhado por todas as almas clarividentes.

O ministraço deu os parabéns ao colega da concertação social da santa terrinha e aproveitou a oportunidade para fazer gala do seu sentido de humor e sai bojarda! julgando-se a coberto de olhos e ouvidos indiscretos afirma que as conversações na concertação social lhe tinham feito lembrar uma feira de gado ora toda a gente sabe que numa feira de gado se negoceia bichos que embora sejam úteis aos humanos vivem numa ambiência que rescende a cheirum ora o senhor ministraço sabe que a civilização ocidental é avessa a bedum bosta  e correlativos por mais porcaria que a maioria da humanidade empurre todos os dias para os cursos de água para as etares para os mares e para os oceanos é de bom manter um certo resguardo quando se fala de substâncias em decomposição fedorenta e que atrai montes de moscas varejeiras e outros insetos melhor fora para o ministraço ter deixado entrar uma ou outra mosca quando abriu a boca eu acho.

Na ocasião festiva o ministraço que deu sinceros parabéns ao seu colega da concertação social da santa terrinha pelo acordo obtido não perspetivou bem as consequências do gracejo de ocasião caso estivesse por ali à coca algum marau da comunicação social e não é que estava mesmo! pastava por ali uma indiscreta câmara empunhada por um assalariado duma tevê generalista onde colabora um jornalista abelhudo que logo se encarregou de despejar aquela cena gaga nas ondas hertzianas o que apanhou também de pé à frente outros  intervenientes no banquete que desejam incluir à cautela caldos de galinha em todos os menus de todos os banquetes da confraria.

O desabafo desditoso do ministraço para o seu colega da concertação social da santa terrinha tornou-se viral para gáudio dos apreciadores de espalhanços em piso escorregadio de calçada típica caso o ministraço tivesse dito que a concertação social lhe tinha lembrado uma feira daquelas onde se vende roupa fruta sapatos e os últimos gritos de Paris e ninguém teria motivos para se rir da desgraça alheia tome-se como exemplo o senhor Paulinho das feiras que antecedeu o ministraço na gestão do palácio das Necessidades ele que é uma figura preclara da santa terrinha e que virou recentemente homem dos 7 instrumentos e a quem se augura brilhantes prestações em próximas competições para PR da santa terrinha pois lhe é reconhecido o sábio dom de distribuir beijinhos com fartura(s) desfazer-se em desvelos múltiplos e prodigalizar simpatias aos molhos em feiras limpinhas pois bem o senhor Paulinho das feiras não se metia por atalhos borrados e não amandava bitaites foleiros de fazer corar frade de pedra aprenda senhor ministraço enquanto é tempo.

O ministraço que deu os parabéns ao seu colega da concertação social da santa terrinha não teve outro remédio senão oferecer o corpo às balas honra lhe seja feita! depois houve aquela do artista que exigiu a demissão do ministraço aliás na santa terrinha pede-se a demissão a torto ou a direito atreva-se um executivo da governança pública a ser apanhado a cuspir para o lado ou a sugerir que um opositor é um tapadinho da Silva ou a usar meias cada uma de sua cor e logo aparece um francelino a exigir a exoneração a piada do senhor ministraço pela escala de medição de ditos infelizes na praça pública até nem foi das piores não se pode comparar com aquela piada estronça feita por um ministrante de antanho dita em público sobre o alumínio de cadáveres nem se equipara à famigerada encenação doutro cromo ministrante que  desenhou com souplesse comprovada um par de chavelhos  com todos os matadores em pleno parlamento também fica aquém da atitude doutro ministrante fatela que voltou a casa de rabo entre as pernas por ter prometido tapona velha  a um comentador de trazer por casa que ousou  censurá-lo numa gazeta.

Agora o ministraço que deu os parabéns ao seu colega da concertação social da santa terrinha honra lhe seja feita mostrou arrependimento pediu desculpa por qualquer coisinha mesmo por não abandonar o seu posto de trabalho foi ao ponto de admitir que a concertação social é um bem a preservar e que merece o empenho de todos por mor do crescimento económico da santa terrinha mais disse que se deixou exaltar pela efervescência das feiras do gado onde a negociação é frenética idem na concertação social mas pelo-sim-pelo-não não voltará a repisar o tema por uma questão de decência e de tranquilização de consciências o que o situa na linha aliás daquele emblema clubístico da santa terrinha que deixou de dar vouchers para restaurantes quando o chefe doutro emblema se pôs a berrar que o rei ia nu.

Ato imediato a graçola do ministraço que deu os parabéns ao seu colega da concertação da santa terrinha foi aproveitada pelos vegetarianos que em público e em privado lembraram que se o mundo seguisse as pisadas deles não haveria piadas deste jaez por sua vez os comerciantes das feiras de gado rejubilaram com a publicidade grátis até consta que a respetiva associação já se prontificou a pedir tempo de antena para poder dar conta das propostas respeitantes ao crescimento do país e por acréscimo divulgar as respetivas atividades nesse sentido solicitou a associação o envolvimento da ilustre presidente dum partido da santa terrinha que gosta usar vestidinhos com kivis e de andar a cavalo a ver se conseguem formar uma equipa de lobismo que zele pela consagração dos objetivos que prosseguem.

A tirada do ministraço que deu os parabéns ao seu colega da concertação da santa terrinha foi útil às forças mais vívidas da nação porque teve o condão de desviar o enfoque do tratado que no essencial deverá facilitar mais contratação de colaboradores por menos dinheiro saído do bolso dos colaborandos o que naturalmente fede.

Projeto de criação de novos postos de trabalho

Batatívia 23 I.jpg

Ora bem, cavalheiros, eu diria que fizemos um bom trabalho!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub