Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

oitentaeoitosim

08
Mai18

Zelos XIV

Jorge

A Justiça branda faz um povo rebelde.

 

     A Comissão Europeia para a Eficácia da Justiça, há muito que acha que Portugal é dos piores países a fechar casos pendentes nos tribunais.

    A Pordata, em meados do ano passado, avançou que, por cada 100 casos resolvidos em tribunais cá da terra 172 ficam pendentes.

    A justiça por estas brandas bandas costuma ser estilo tartaruga, ou estilo caracol: lenta às vezes e muito lenta quase sempre.

    Estão em trâmites da Justiça, há muito, processos que envolvem altas personagens, a que a comunicação social sobretudo interna já dedicou e continuará a dar muita atenção, assim apareçam novidades (a lista não é exaustiva):

. BES/GES;

. BPN;

. Banif;

. Vistos Gold;

. Operação Marquês;

. Operação Monte Branco;

. Operação Rota do Atlântico;

. Operação Fizz;

. Morte de 2 Comandos;

. Desvio de armas em Tancos;

. Investigação a Álvaro Sobrinho;

. Investigações a políticos (Marco António Costa, Luís Filipe Menezes, v.g.);

    Estarão também em tramitação nas instituições da Justiça caseira outros casos que envolvem gente que torna os casos ilustres, como estes:

. Incêndios do Verão de 2017;

. O caso da Raríssimas;

. O caso da Fundação «O Século»;

- Benfica (processo emeiles, vouchers e resultados de jogos, combinados ou não);

. Operação Lex;

. Caso na Universidade Fernando Pessoa;

. Desvios de cheques da Segurança Social;

. Desvios de crianças adotadas.

    A comunicação social - justiça seja feita – dedica também largas franjas dos seus serviços noticiosos a casos de violência doméstica, roubos e homicídios, por exemplo, que envolvem a arraia mais miúda. Não dão tanto brado e têm pavio curto (raramente há massa para recursos). Como diz o outro, da Justiça o pobre melhor conhece os castigos.

    (Tempos houve em que pouco se recorria a tribunais. O meu pai - que deus tenha! -, por exemplo, desfazia-se em suores frios só de imaginar que seria submetido a juízo.)

    A Justiça, liberta e liberal, passa presentemente por muitos trâmites. Desconfio que, por via disso - não por estarmos num país de brandos costumes - ela precisa de mais gente a servi-la.

PS1 – A lentidão na Justiça está para ficar; por exemplo, constou que as decisões dum juiz (acusado de corrupção no caso Lex), irão ser revistas a pente fino.

PS2 – A exceção à regra: A Justiça morosa espreguiçou-se e deu um safanão: em 6 dias ficou arrumada, uma investigação ao ministro presidente do Eurogrupo, por causa duns bilhetes para jogos de bola, pedidos à revelia de códigos valentes e imortais. O caso ameaçava prolongar-se no tempo e no espaço...

 

Zelos XIV.jpg

                              Peixinho - Não há Justiça no mundo.

                              Peixe médio - Há alguma Justiça no mundo.

                              Peixão - O mundo é justo.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub